Categorias
Dicas

Termos, nomenclaturas e siglas da imigração canadense

A imigração para o Canadá é cheia de siglas, nomenclaturas, termos que se repetem. Depois de algum tempo até nos acostumamos a eles.

Como IRCC, PEQ, LMIA, etc. Mas com certeza isso pode ser um pouco intimidante para quem está começando a pesquisar sobre como imigrar para o Canadá.

Por isso nesse artigo, que será constantemente atualizado, iremos listar os principais termos ligados ao mundo da imigração canadense.

A linguagem vai ser concisa pois é só para dar uma ideia geral sobre cada termo. Salve ela nos seus favoritos para no caso de ver uma sigla ou acrônimo e não entender.

Eu fiz dois vídeos no Youtube sobre o mesmo assunto abordado aqui neste artigo. Se preferir você pode assistir ao invés de ler. Os vídeos estão no final do artigo.

Vamos lá!

Índice:

  • PR ou RP (Permanent Resident ou Residente Permanente);
  • College;
  • EE (Express Entry) (Sistema Federal de Imigração);
  • IRCC ou CIC (Ministério de Imigração do Canadá);
  • LMIA (Labour Market Impact Assessment);
  • NOC (National Occupational Classification);
  • PEQ (Programa da Experiência Quebequense);
  • PGWP (Post Graduation Work Permit Program);
  • FSW, FST, CEC (Programas Federais)
  • PNP (Provincial Nominee Program);
  • OWP (Open Work Permit);
  • AIPP (Atlantic Immigration Pilot Program);
  • RNIP (Rural and Northern Immigration Pilot);
  • MNP (Municipal Nominee Program);
  • ECA (Educational Credential Assessment)

PR ou RP (Residência Permanente)

Poder ter esta sigla como parte da sua vida é o desejo da grande maioria das pessoas que visitam o Site Imigrar.

Quando a pessoa vira PR ou RP (PR em inglês é permanent resident) ela ganha o direito de morar no Canadá. Na pratica ela tem quase todos os direitos que um canadense tem, exceto votar e ser votado e possuir o passaporte.

Depois de 3 anos (1095 dias) em solo canadense, um RP pode aplicar para a cidadania canadense.

Outra sigla conexa é a CORP (Confirmation of Residence Permanent), que traduzindo é a confirmação de que você recebeu a residência permanente, mas ainda tem de validá-la com um oficial de imigração.

College

A palavra college, lembra colégio não é? Mas não é! O college  é uma instituição de ensino superior mais focada no mercado de trabalho, com programas de estudos de 1 à 3 anos.

As universidades focam em programas mais longos e no lado acadêmico, também. Seus programas duram de 3 a 4 anos (ou mais em cursos como medicina, por exemplo).

EE (Express Entry)

Um sistema online do Governo Federal do Canadá, aonde você pode criar um perfil para pleitear sua imigração em algumas categorias específicas. Ao criar seu perfil (ou o perfil do casal) você recebe uma pontuação e vai para o pool;

O Express Entry é responsável por processar pedidos de imigração em 3 categorias federais: 1) Skilled Worker (Trabalhador Qualificado); 2) Skilled Trades (Trabalhador Técnico/Especializado); & 3) Canadian Experience (para pessoas que tiveram experiência recente de trabalho no Canadá).

Além disso ele também é usado por algumas províncias para seus próprios processos (PNP).

Outras siglas ligadas ao Express Entry:

  • Pool: São todas as pessoas (candidatos) dentro do sistema, classificadas em ordem de pontuação (score ou points) em um ranking chamado CRS;
  • CRS: É o “ranking” do EE. Cada critério dá uma determinada pontuação, como idade, experiência profissional, domínio dos idiomas (inglês e/ou francês), etc. A pontuação máxima possível é de 1200;
  • Draw: São as rodadas aonde o Ministério de Imigração do Canadá chama os melhores candidatos posicionados no CRS; Estes sortudos recebem uma ITA;
  • ITA: Invitation to Apply ou Convite Para Aplicar. Os candidatos mais bem colocados recebem uma notificação online, convidando-os para aplicar para virem morar no Canadá como residentes permanentes;
  • Cut-off: Nota de corte da rodada de convites. Toda rodada tem uma pontuação mínima que a pessoa tem que ter no CRS. As vezes ocorre empate entre candidatos com a mesma nota de corte. O critério de desempate é quem cadastrou o perfil (profile) primeiro. Ou seja: “antiguidade”;

Para saber tudo sobre o EE: https://imigrar.com.br/imigrar-canada-express-entry/

IRCC (ou CIC)

IRCC é a sigla de Immigration, Refugees and Citizenship Canada. Traduzindo ao pé da letra seria algo como Imigração, Refugiados, Cidadania Canadá.

Aqui no Site Imigrar (e em muitos outros) para deixar as coisas mais simples a gente chama o IRCC de “Ministério de Imigração do Canadá”. Assim todo mundo entende do que se trata.

Como a sigla deixa claro, é o Ministério Canadense responsável, além da imigração, pelos refugiados e pela concessão (ou revogação) da cidadania canadense.

CIC ( Citizenship and Immigration Canada) nada mais é do que o antigo nome do mesmo Ministério. Ou seja, se você ver a sigla CIC se trada do mesmo IRCC.

LMIA (Labour Market Impact Assessment)

Uma LMIA é um documento que o empregador tem de conseguir (em alguns casos) antes de contratar um estrangeiro para um determinado emprego.

A LMIA geralmente é necessária para “provar” que não tem nenhum canadense ou residente permanente para ocupar aquela determinada vaga.

Atenção: nem todo estrangeiro precisa de uma LMIA para trabalhar no Canadá. Digamos que você tem um PGWP (leia mais abaixo para descobrir o que é), então o empregador pode te contratar sem burocracia alguma.

NOC (National Occupational Classification)

NOC significa: National Occupational Classification. Em uma tradução livre: Classificação Nacional de Ocupação.

E explicando: é um índice de todas as profissões conhecidas e exercidas no Canada/Quebec. Cada profissão tem um código (classificação) e esse código serve para que rapidamente uma pessoa descubra qual é a sua profissão exatamente e suas atribuições.

Aqui no Brasil também temos algo bem parecido que é o CBO – Classificação Brasileira de Ocupações.

https://imigrar.com.br/video-tutorial-aprenda-o-que-e-noc-para-que-serve-e-descubra-sobre-sua-area-profissional-no-canada-e-quebec/

PEQ (Programa da Experiência Quebequense)

PEQ siginifica: Programme de l’expérience québécoise ou em inglês Quebec experience program. Traduzindo seria algo como: Programa da Experiência Quebequense.

Explicando: se trata de um programa para quem estudou ou trabalhou (ou ambos) na província do Quebec. E quer aplicar para imigrar usando essa experiência adquirida em território quebequense.

O PEQ está para o Quebec assim como o CEC (Canadian Experience Class) está para o Governo Federal.

PGWP (Post Graduation Work Permit Program)

O termo “PGWPP” se refere a um dos recursos mais atraentes que a Imigração Canadense oferece hoje: a possibilidade de poder trabalhar em período integral no Canadá após a conclusão do college .

Por exemplo: Você faz um curso superior de 2 anos. Após terminar o curso você vai poder trabalhar por 2 anos no Canadá. Sem tirar que isso pode te qualificar para a imigração canadense.

É um excelente portão de entrada, fora a experiência canadense. E já foi tema aqui no Imigrar.

Você pode ver tudo sobre o PGWP nesse artigo: Como imigrar usando o PGWP

Programas Federais: FSW, FST, CEC

  • FSW: Federal Skilled Worker.Categoria de imigração para Trabalhadores Qualificados (NOC 0, A ou B);
  • FST: Federal Skilled Trades. (Categoria para trabalhadores técnicos/especializados);
  • CEC: Canadian Experience Class. Categoria de imigração para quem teve experiência de estudo (superior) e/ou trabalho no Canadá.

Leia mais aqui: https://imigrar.com.br/saiba-como-imigrar-para-o-canada-2019-imigracao/

PNP (Provincial Nominee Program)

É uma forma de imigração que necessariamente envolve alguma província do Canadá (exceto o Quebec). Você não imigra pelo processo federal, mas sim pela província.

Para isso você precisa ser “nomeado” por ela. Ser nomeado nada mais é do que ser “aprovado” pela província como candidato.

Após isso, seu processo (geralmente) será prioritário. Cada província e território tem seus próprios programas de imigração. Eles geralmente querem estudantes ou trabalhadores que tenham ou tenham tido experiência na província.

O Quebec tem um programa de imigração totalmente separado do resto do Canadá.

OWP – Open Work Permit

O termo “WP” se refere a Work Permit, e é muito utilizado por casais que desejam vir ao Canadá usando o PGWP.

Se você ou seu cônjuge vem fazer um college ou universidade no Canadá, ele (ela) pode vir como acompanhante e ainda ter o direito de trabalhar no Canadá ( Permis de travail/Work Permit).

Um membro do casal faz faculdade ou college (aplicante principal), enquanto o outro ganha um open work permit para trabalhar em qualquer tipo de emprego (que não seja ligado ao sexo ou regulamentado).

Há outras formas de conseguir um open work permit, como por exemplo o Work Holiday Visa, porém a listada acima é a mais conhecida/utilizada.

AIPP – Atlantic Immigration Pilot Program

Sigla do programa de Imigração para as províncias do Atlântico. As províncias atlânticas são: Nova Escócia, New Brunswick, Prince Edward Island e Newfoundland and Labrador.

Apesar de levar o nome de piloto (temporário), ele já foi prorrogado e em palestra recente o Ministro da Imigração anunciou que ele será permanente.

Para saber tudo sobre o AIPP é só acessar: Atlantic Immigration Pilot Program

RNIP (Rural and Northern Immigration Pilot)

Trata-se de um programa relativamente novo na imigração canadense, para levar imigrantes para áreas rurais e/ou ao norte do país.

É um programa piloto. Pode virar permanente, ou não. Vai depende dos resultados que produzir.

Até o momento 11 comunidades estão participando.

MNP (Municipal Nominee Program)

É um programa novo, que ainda não foi lançado. Também será piloto (temporário). E após os resultados o governo do Canadá decide se vira efetivo ou não.

Os detalhes ainda não foram anunciados. Mas de uma forma geral ele vai permitir que cidades escolham candidatos para imigrar e morar nelas.

O objetivo, assim como o RNIP e o AIPP, é distribuir mais os imigrantes através do Canadá.

ECA (Educational Credential Assessment)

ECA é um processo que você faz para ter a sua educação estrangeira equiparada com as formações acadêmicas no Canadá.

Resumidamente, o educational credential assessment (ECA) consiste em mandar seu diploma (e histórico escolar) para uma organização autorizada junto ao IRCC (Ministério de Imigração Canadense).

Eles por sua vez vão dizer basicamente a qual diploma (ou formação) canadense, seu diploma brasileiro pode ser equiparado (equivalência).


Viu algum termo, nomenclatura ou sigla que está faltando e é importante para o entendimento da imigração canadense? Deixa nos comentários aí abaixo!

2 respostas em “Termos, nomenclaturas e siglas da imigração canadense”

Olá Camila, podemos marcar um encontro pelo skype para discutir sobre essas questoes. O que vc acha?

Bom dia,
Meu namorado está aplicando para pós graduação em Toronto, e eu gostaria de ir com ele. Temos 7 anos de namoro, em casas separadas, mas trabalhamos juntos durante quase 2 anos, no mesmo escritório. Isso caracteriza common law? Não temos contas no mesmo endereço, como o banco solicita, mas há alguma forma de comprovar que estamos em uma união estável que viabilize o visto de trabalho?
Obrigada pela atenção e bom dia!

Deixe o seu comentário