Categorias
British Columbia Imigração pro Canadá Imigração Provincial

Como Imigrar para o Canadá através de British Columbia (BC) – 2021 (Guia)

Quando falamos para alguém citar uma cidade que fica no Canadá, com certeza Vancouver (que fica na província de British Columbia) vai ser uma delas. E não é para menos, é com certeza uma das principais no país. E muitos sonham em morar lá.

Muitas pessoas desejam imigrar para Vancouver (ou outra cidade de BC) e por isso preparei esse guia completo com todas as opções abertas de imigração para o Canadá através da província de British Columbia.

Lembrando que imigração, principalmente pelas províncias (PNP) podem mudar sem aviso prévio! Por isso sempre entrem no link oficial do Escritório de Imigração de British Columbia (BC) que estará no final do artigo para conferir quaisquer mudanças.

Eu também gravei dois vídeos explicando os programas de imigração de BC, você acha os vídeos no final do artigo.

Imigração Provincial de British Columbia (BCPNP)

Introdução

Nesse artigo, ou melhor guia, vou apresentar todas as categorias de imigração abertas e disponíveis em BC.

O programa de imigração de British Columbia é dividido em:

  • Skilled Worker.
  • International Graduate.
  • International Post-Graduate.
  • Entre Level and Semi-Skilled.
  • Healthcare Professional.
  • Entrepreneur Immigration.
  • Tech Pilot*

British Columbia é uma das províncias mais visadas por imigrantes, principalmente chineses, coreanos e indianos. Até pela proximidade geográfica desses países.

Por causa do grande número de pessoas que querem imigrar para lá, não espere opções fáceis como as províncias menos visadas, tais quais Manitoba, Saskatchewan, Nova Scotia, New Brunswick etc.

Porém, das províncias mais famosinhas (Ontário, Québec, British Columbia e Alberta), com certeza BC tem um dos programas menos burocráticos e acessível (no sentido de que nunca fecha e está sempre aberto).

Como a maioria das outras províncias, o programa provincial de imigração de British Columbia pode ser dividido entre os que utilizam o Express Entry e os que não o utilizam.

Mas a província deixa você livre para escolher se vai aplicar direto com ela ou se prefere utilizar o sistema federal de imigração. Você quem decide.

Qual a diferença principal? Se você aplicar pelo Express Entry (EE), será mais rápido (em média 6 meses), mas você vai precisar se qualificar, e tirar uma nota maior no este de inglês (IELTS ou CELPIP).

Aplicando direto com a província, será mais demorado (algo entre 13 a 19 meses), mas você precisará apenas de CLB 4 ou nem vai ser preciso enviar teste de idiomas (para NOC 0, A ou B).

Falaremos de tudo isso adiante.

Express Entry – British Colombia (EEBC)

Os processos provinciais de BC são idênticos. A única coisa que muda é justamente o que eu falei acima: uns podem ser feitos direto com a província e outros usando o EE.

Por isso a diferença é que nos que são alinhados com o Express Entry, o candidato vai ter que obrigatoriamente criar (ou já ter) um perfil ativo e valido no EE (sistema que gerencia a imigração para o Canadá no nível federal).

Para ter um perfil válido, o candidato tem que atingir os critérios mínimos de qualificação para um (ou mais) programas de imigração federal do Canadá. Que são:

  • Federal Skilled Worker (FSW)
  • Federal Skilled Trades (FST). E
  • Canadian Experience Class (CEC)

Já postamos sobre o Express Entry aqui antes. Para saber do que se trata, e antes mesmo de continuar recomendo ler, para entender como ele funciona e para que serve.

Você pode acessar aqui: Express Entry Canadá: Guia com tudo que você precisa saber!

Vou explicar um pouco do EE abaixo, e assim quando eu falar das categorias de imigração de British Columbia, vocês saberão que sempre serão oferecidos os dois caminhos: com a província ou pelo Express Entry. E não precisarei ficar repetindo isso.

Só um processo não tem as duas opções: o Semi-Skilled Worker and Entry Level. E explicarei o porquê quando falar dele mais abaixo.

Express Entry Resumido

Como Funciona o Express Entry do Processo Federal de Imigração para o Canada

Veja a imagem acima. O passo a passo seria:

  1. Você entra seus dados e cria um perfil no Sistema;
  2. Você então fará parte da base de candidatos e receberá uma pontuação segundo os critérios;
  3. O Ministério de Imigração do Canadá (IRCC) enviará convites (ITA) de tempos em tempos, para os perfis melhores ranqueados;
  4. O candidato que receber uma ITA,vai poder aplicar para se tornar residente permanente do Canadá.
  5. O aplicante então se torna PR; E poderá viver feliz e alegre no Canadá!

O EE é online e automatizado. Conforme as pessoas criam seus perfis, estes vão sendo ranqueados. Se você melhorar em algum dos critérios (como teste linguístico, por exemplo); Você pode fazer o update e receber os pontos de acordo.

Conexão entre o EE e a província de BC

Se escolhido em uma das categorias (que iremos falar abaixo), o candidato irá receber no seu perfil do EE uma nomeação da província de BC. Isso renderá ao candidato 600 pontos extras!

Na prática isso quer dizer que na próxima rodada de convites (draw), o candidato fatalmente receberá uma ITA (invitation to apply). Pois somados aos pontos que ele já tem, por conta do seu perfil, ele contará também com os 600 pontos da nomeação.

Este candidato vai então saltar para o topo do ranking, sem dúvidas. Por isso que dizemos informalmente no mundo da imigração canadense que uma nomeação por uma das províncias, garante seu passaporte para o Canadá.

Se ficou confuso com os termos acima é porque você não leu ainda o meu guia sobre o EE. Leia que tudo vai fazer muito mais sentido: Guia Completo sobre o Express Entry

Categorias de imigração de British Columbia no Canadá

Bem, vamos finalmente apresentar as categoria que possibilitam imigrar para o Canadá através de BC. Vou falar brevemente de cada uma, mas com certeza citando os principais critérios de cada uma.

Quase todos os processos de imigração de British Columbia exigem uma job offer. E ela vai precisar ser full-time (pelo menos 30 horas por semana) e permanente (exceto o Tech Pilot, que pode ser por pelo menos 1 ano).

Só dois programas são isentos de uma job offer: International Post-Graduate e Entrepreneur. Todas as outras 4 precisam: Skilled Worker, International Graduate, Semi Skilled Worker and Entry Level e Healthcare Professional.

Outro detalhe importante: para imigrar por BC, existe uma tabelinha de pontos, e só consegue o convite para aplicar quem ficar com a pontuação acima da nota de corte de cada rodada de convites.

Dos processos de imigração provincial de British Columbia só 3 não precisam contar pontos: International Post-Graduate, Healthcare Professional e Entrepreneur. Os outros é preciso.

Ou seja: se um candidato tiver uma job offer, uma empresa querendo ajudar na imigração, mas não ter a pontuação necessária para ficar acima da nota de corte da categoria nos draws, não conseguirá imigrar.

Não se preocupem, irei falar da tabela de pontos mais abaixo.

E por fim, o empregador tem que ter alguns requisitos para te dar uma oferta de trabalho. Um dos principais é que se ele estiver localizado na Grande Vancouver, terá que ter no mínimo 5 empregados full-time. Fora da Grande Vancouver precisará ter 3 empregados full-times.

Detalhe que os funcionários não precisam ser cidadãos canadenses ou residentes permanentes. Por isso abre fica mais fácil saber para quem não trabalhar (empresas muito pequenas, por exemplo).

Skilled Worker

É interessante notar que essa categoria também está aberta para quem se encontra fora do Canadá, como no Brasil, por exemplo. Claro que as chances de conseguir um emprego serão bem menores para quem se encontra no exterior.

Vai depender de vários fatores como a área de atuação, experiência, nível de idioma, quão bem o currículo está, desenvoltura em entrevistas etc. Quando mais específico e maior experiência profissional na área, maiores as chances.

E isso vale para todos os processos que exigem job offer e de todas as províncias. Mas isso não quer dizer que não vale a pena tentar, muito pelo contrário.

Essa categoria também é boa para casais, onde um está estudando em BC e o outro está com um OWP (Open Work Permit). Aliás é uma das estratégias que falo no meu artigo completo sobre o PGWP: Leia Aqui.

Critérios essenciais:

  • Receber uma job offer de uma profissão NOC 0, A ou B.
  • Ter 2 anos de experiência profissional relacionado ao cargo da job offer (essa experiência pode ter sido obtida em qualquer lugar do mundo).
  • Se fizer pelo EE: CLB 7 para quem entrar no sistema pelo Federal Skilled Worker (FSW) e pelo Canadian Experience Class (CEC) para profissões NOC 0 ou A. E CLB 5 para quem entrar no EE pelo CEC por uma profissão NOC B.
  • Se fizer direto com a província: CLB 4 para NOC B. NOC 0 ou A, não é obrigatório mandar teste se a pessoa não precisar dos pontos.
  • Tabela de pontos, rodada e nota de corte: sim.

International Graduate

Essa categoria é bem parecida com a de cima. A principal diferença é que você não tem que ter 2 anos de experiência na área oferecida.

Porém, você tem que ter se formado em uma instituição de ensino superior canadense nos últimos 3 anos, no máximo. Detalhe que não precisa ter estudado em BC, ou seja, pode estar em outra província, enviando currículo para os empregadores de British Columbia.

Critérios essenciais:

  • Receber uma job offer de uma profissão NOC 0, A ou B.
  • Ter se formado em uma instituição de ensino superior canadense nos últimos 3 anos recebendo um degree, certificate ou diploma.
  • Se fizer pelo EE: CLB 7 para quem entrar no sistema pelo Federal Skilled Worker (FSW) e pelo Canadian Experience Class (CEC) para profissões NOC 0 ou A. E CLB 5 para quem entrar no EE pelo CEC por uma profissão NOC B.
  • Se fizer direto com a província: CLB 4 para NOC B. NOC 0 ou A, não é obrigatório mandar teste se a pessoa não precisar dos pontos.
  • Tabela de pontos, rodada e nota de corte: sim.

International Post-Graduate

Como o nome diz, é para candidatos que tenham um diploma de pós-graduação (mestrado ou doutorado/PhD). Mas atenção, não é qualquer mestrado ou doutorado.

A universidade tem de ser localizada em British Columbia. E o diploma não pode ter sido obtido há mais do que 3 anos atrás. O lado positivo é que não precisa de job offer e nem contar pontos na tabela deles.

Critérios essenciais:

  • Não precisa de job offer.
  • Ter se formado em uma instituição de ensino superior de BC nos últimos 3 anos recebendo um mestrado ou doutorado em um dos cursos elegíveis (a lista está logo a seguir).
  • Idioma: dá para fazer pelo EE ou com a província. Em nenhum dos casos será necessário enviar um teste de idioma.
  • Tabela de pontos, rodada e nota de corte: não. Você imigrará através do diploma obtido.

Os cursos válidos são da área de ciências naturais, aplicadas e de saúde:

  • Agricultura;
  • Biologia e Biomedicina;
  • Informática;
  • Engenharia;
  • Engenharia de Tecnologia;
  • Ciências da Saúde (creio que medicina, enfermagem, etc);
  • Matemática e Estatística;
  • Gestão Ambiental; E
  • Física.

Essa categoria é interessante para quem não tem medo de estudar, pesquisar e escrever tese. Já que não precisa de job offer e só depende de você terminar o curso de mestrado ou doutorado.

Sem tirar que como mestrando ou doutorando em uma dessas áreas acima, sua empregabilidade será bem alta no Canadá.

Também é um ótimo programa para um casal, aonde um vai estudar e o outro acompanha com um open work permit. Ou seja, um estuda enquanto o outro trabalha, ajudando com as despesas.

Um detalhe importante é que mestrado ou doutorado envolvendo tese e/ou pesquisa é muito mais barato que college. Existem cursos na University of Northern British Columbia (UNBC) ou na University of Victoria (UVIC), por exemplo, que custam um pouco mais do que 5 mil dólares canadenses POR ANO de tuition.

Para a lista completa dos cursos elegíveis (e tem que estar na lista se não, nada feito) acesse: https://www.welcomebc.ca/Immigrate-to-B-C/BC-PNP-Skills-Immigration/International-Post-Graduate

Entry Level and Semi-Skilled

Nessa categoria você também precisará de uma job offer, full-time e sem prazo final. Mas tem algumas diferenças da Skilled Worker. A primeira é que você já precisa estar trabalhando em BC, por 9 meses antes de aplicar. E a segunda é que o emprego não precisa ser de NOC 0, A ou B.

Esse emprego pode ser em uma ocupação de NOC C ou D, em algumas áreas específicas do turismo/restaurante, motorista de caminhão ou na indústria de processamento de alimentos.

Critérios Essenciais:

  • Receber uma job offer de uma profissão NOC C ou D (existe uma lista específica).
  • Ter trabalhado por pelo menos 9 meses para o empregador em British Columbia antes de aplicar.
  • Por ser profissões NOC C e D, não é possível fazer pelo Express Entry. Terá que ser direto com a província.
  • Idioma: CLB 4.
  • Tabela de pontos, rodada e nota de corte: sim.
Northeast Region of BC

Se a oferta de emprego for na área que eles chamam de Northeast Region de BC, pode ser em qualquer ocupação NOC C ou D. Ou seja, para ficar claro: você poderia ser um faxineiro de um modesto restaurante em uma empresa nessa região e mesmo assim conseguiria imigrar para o Canadá através dessa categoria.

Mas é claro que essa região é afastada das grandes cidades (como Vancouver e Victoria). O famoso: quando a esmola é demais, até o santo desconfia. Agora me perguntem: você toparia morar 2 anos nessa região, trabalhando como faxineiro, ajudante de cozinha etc, sabendo que ao final conseguiria a residência permanente no Canadá? Minha resposta? Com toda a certeza!

Para quem ficou curioso aqui vai um mapa para você achar essa região na província de BC com a localidade de Vancouver e Victoria para efeitos de comparação:

A maior cidade é a Fort St. John. Sim, apesar de pequena, se parece com uma cidade. Não é uma reunião de casas, não! (Risos) Como você pode conferir na imagem abaixo:

Aliás, sabia que Fort St. John foi eleita a melhor cidade para se morar em British Columbia em 2018 pela Moneysense? Muito por conta do baixo custo em comparação com as grandes cidades.

Se emprego não for nessa região acima. Então você teria que trabalhar em uma das profissões elegíveis para o programa. Vou listar algumas delas que te qualificariam para essa categoria, em qualquer cidade de British Columbia (inclusive Vancouver).

Lista de Profissões:
  • Recepcionista de Hotel;
  • Guia Turístico;
  • Bartenders;
  • Garçons
  • Ajudante de Cozinha;
  • Faxineiro ou Zelador ou Lavadeira (apenas se empregado em hotel/resort);
  • Trabalhador em uma Fábrica de Processamento de Alimentos;
  • Motorista de Caminhão;
  • Entre outras.

O link com a lista completa você encontra no final do artigo, no PDF oficial do Escritório de Imigração de British Columbia.

Healthcare Professional

Como praticamente todas as províncias do Canadá, BC também precisa (e muito) de profissionais da área da saúde.

Para se qualificar para ela, você terá que ter uma oferta de emprego válida. E para um brasileiro poder exercer uma profissão na área de saúde desse programa (como médico, enfermeiro, fisioterapeuta etc), ou essa pessoa se formou no Canadá ou já passou por todo o processo de revalidação do diploma.

Esse programa é muito mais fácil e acessível para pessoas formadas nos Estados Unidos, por exemplo.

Critérios essenciais:

  • Receber uma job offer de uma profissão NOC 0, A ou B na área de saúde, de um órgão público de British Columbia. Existe uma lista específica.
  • Ter 2 anos de experiência profissional relacionado ao cargo da job offer (essa experiência pode ter sido obtida em qualquer lugar do mundo).
  • Se fizer pelo EE: CLB 7 para quem entrar no sistema pelo Federal Skilled Worker (FSW) e pelo Canadian Experience Class (CEC) para profissões NOC 0 ou A. E CLB 5 para quem entrar no EE pelo CEC por uma profissão NOC B.
  • Se fizer direto com a província: CLB 4 para NOC B. NOC 0 ou A, não é obrigatório mandar teste se a pessoa não precisar dos pontos.
  • Tabela de pontos, rodada e nota de corte: não.

As profissões elegíveis são:

  • Physician.
  • Specialist.
  • Registered nurse.
  • Registered psychiatric nurse.
  • Nurse practitioner.
  • Allied health professional:
    • diagnostic medical sonographer
    • clinical pharmacist
    • medical laboratory technologist
    • medical radiation technologist
    • occupational therapist
    • physiotherapist
  • Midwife.

Entrepreneur

Sinceramente não irei tercer comentários sobre essa categoria e suas sub-categorias, que são focadas em empresários/investidores. Ou seja, em pessoas que querem montar um negócio em BC no Canadá.

Por que não? Simples: esse tipo de perfil vai (e deve) contratar uma assessoria. Como um consultor de imigração licenciado, como eu, por exemplo.

Por esse motivo não vou entrar em detalhes.

Tech Pilot

O Tech Pilot não é uma categoria de imigração. E sim uma rodada extra e com tratamento prioritário.

Por isso eu fiz um artigo a parte que você pode acessar aqui: BC PNP Tech Pilot

Skills Immigration Registration System (SIRS)

Quero falar um pouco do SIRS. Mas não se assuste com o nome pomposo. Ele é na verdade o sistema utilizado pela província de British Columbia para gerenciar seus potenciais candidatos.

​Todos os programas de imigração provinciais de BC são geridos pelo SIRS. Exceto o Healthcare, Entrepreneur e o International Post-Graduate. De certa forma, ele funciona como o Express Entry.

Você cria seu perfil, coloca suas informações (idade, conhecimento linguístico, experiência profissional etc) e vai receber uma pontuação. A pontuação máxima é de 200 pontos.

British Columbia (como algumas outras províncias) tem seus próprios draws. E se você ficar acima da nota de corte (cut-off) você recebe a nomeação.

Se o programa for conectado ao Express Entry, após passar na nota de corte do sistema de BC, você será nomeado no EE (e receberá 600 pontos extras). Se não for, toda a parte pré-residência permanente (RP) será feita direto com o Escritório de Imigração de BC.

A título de curiosidade vou colocar aqui abaixo o último draw feito pela província de British Columbia, com a pontuação necessária para receber uma ITA (Invitation to Apply).

A tabela de pontos de BC não tem segredo. Os critérios analisados serão:

  • Nível da Job Offer (NOC 0, A, B, C ou D).
  • Salário.
  • Região (quanto mais afastado das grandes cidades, mais pontos).
  • Experiência Profissional relacionada à profissão.
  • Formação Acadêmica. E
  • Conhecimento Linguístico.

Existem outros detalhes, se a profissão está ou não em demanda entre outros fatores. Mas para saber tudo isso, seria necessário você contratar meus serviços de consultoria/análise de perfil, e aí eu iria calcular direitinho sua pontuação na tabela que rege o programa provincial de British Columbia (ou pelo menos a maioria das categorias).

Considerações Finais & Fontes

British Columbia não é das províncias com um processo de imigração dos mais fáceis. E isso já era esperado. Mas está longe de ser impossível e inacessível.

Vancouver recebe vários imigrantes através do Express Entry, e por isso a província tenta ser um pouco mais seletiva no seu processo provincial (PNP).

Tem também as pessoas que imigram pelo PNP (Processo Provincial de Imigração) de uma outra província e depois acabam se mudando justamente para Toronto e/ou Vancouver.

Alguns fazem isso de má-fé (escolhem uma província mais fácil de imigrar para o Canadá já pensando em se mudar). E outros o fazem simplesmente porque não se adaptaram ao primeiro lugar que chegaram. Mas pelo menos tentaram.

O programa mais interessante, do ponto de vista da burocracia, é o International Post-Graduate. Mas só contempla quem já tiver um diploma de graduação em uma das áreas citadas e tiver a energia de cursar um mestrado ou doutorado em uma das instituições elegíveis.

Se a sua profissão é na área de tecnologia, informática e afins, acesse o artigo que fiz especificamente sobre o BC Tech Pilot aqui: Leia Aqui

Assista aos vídeos que fiz explicando as maneiras de se imigrar para British Columbia no Canadá

Imigrar para BC – Parte 1
Imigrar para BC – Parte 2

Eu citei NOC lá em cima, se você não sabe o que é acesse esse link: Termos e Nomeclaturas da Imigração para o Canadá

As fontes é claro são todas oficiais:

Ministério de Imigração do Canadá

Escritório de Imigração de British Columbia

Guia Oficial (PDF) com do Programa Provincial British Columbia

3 respostas em “Como Imigrar para o Canadá através de British Columbia (BC) – 2021 (Guia)”

Bom dia, meu irmão possui antecedentes criminais, qualquer programa de imigração estaria fora de cogitação na situação dele ?

Oi, Bruno.
Tudo bom? Espero que sim!
Fique no aguardo da segunda parte. Pode ser que tenha algo que te ajude!
Leia também os outros artigos do site!

Atenciosamente,
Rafael Alencar

Olá, chamo-me Bruno
Tenho 35 anos de idade
É estou interessado neste processo de imigrar para o Canadá, pelo que aguardo de vossa parte uma resposta, desde já os meus cumprimentos.

Deixe o seu comentário