Imigração para Nova Scotia (Canadá) – Conheça Halifax, a capital dessa agradável província


Vou te apresentar a província de Nova Scotia. Uma das províncias marítimas que se localiza na costa atlântica do Canadá. E se você está pensando em imigração não perca a seção sobre Custo de Vida em Halifax!

Sua capital é a cidade de Halifax. Uma cidade muito bonita e com uma qualidade de vida invejável para os padrões brasileiros. Se não conhecia a simpática província de Nova Scotia, agora é sua chance.

Pelo fato do Canadá ser imenso, acabamos ouvindo falar e ver na internet apenas as províncias mais famosas como: Québec, Ontário, British Columbia, etc. E é para lhe apresentar Halifax – Nova Scotia – Canada é que fiz este artigo.

Atenção: se o seu objetivo é aprender sobre o programa de imigração de Nova Scotia, e/ou se Halifax é um dos seus alvos na pesquisa sobre imigração para o Canadá. Eu publiquei um artigo exatamente sobre isso.

Você pode também continuar lendo esse ótimo guia. Para aprender mais sobre essa província do Canadá. Pois o link também estará no final para facilitar o seu acesso. De qualquer maneira a escolha é sua: Como Imigrar pelo processo provincial de Nova Scotia (Halifax) em 2020.

Não deixe de conferir também uma entrevista que fiz com um brasileiro que está morando em Halifax! O link está no final.

Processo de Imigração provincial de Nova Scotia - Canadá - Foto de Halifax
Foto da cidade de Halifax em Nova Scotia – Canadá

(Atualizado em 2020)

Conheça a província de Nova Scotia e a cidade de Halifax

Introdução

Apesar de Nova Scotia não ser uma província muito conhecida e de Halifax não ser uma cidade popular no Brasil esse cenário vem mudando.

Parece que as pessoas estão começando a enxergar o potencial dessa província situada às margens do oceano atlântico. Confesso que desde que comecei a pesquisar como imigrar para o Canadá, eu já cotava Halifax como um dos destino.

E isso em 2010! Muita coisa mudou, é claro! Mas creio que para melhor. E se eu fosse começar meu projeto Canadá novamente em 2020 ou além: a cidade de Halifax seria uma fortíssima candidata como meu futuro destino.

Ver as fotos, ler sobre a cidade, pesquisar e tudo mais, faz as pessoas se sentirem atraídas por ela.

Há 9 anos atrás eu ainda não era um “especialista” em imigração do Canadá. E por isso não conhecia muitos processos de imigração. Como uma grande parte, à época, fui para o processo de imigração do Quebec. Era uma das maneiras mais fáceis de nos tornarmos residentes permanentes.

Os programas de imigração conhecidos no Brasil eram basicamente o Federal Skilled Worker e o do Quebec. O Express Entry nem existia!

Pode até ser que um dia eu acabe morando na cidade de Halifax, quem sabe!? Mas se você está pensando em imigrar, estudar, fazer intercâmbio ou trabalhar no Canadá, esse artigo ajudará você a pelo menos conhecer mais uma boa opção!

Dica: Não vou apenas citar dados da Wikipedia. Isso você leitor poderia achar por conta própria.

Vou usar também dados da prefeitura, governo provincial e do Statistics Canada (IBGE do Governo do Canadá). E claro, fazendo comentários pertinentes à imigração. Vamos lá!

Vídeo oficial do Governo do Canadá sobre a integração de recém-chegados em Halifax

Localização da Província de Nova Scotia no Canadá:

Mapa do Canadá mostrando a Província de Nova Scotia e sua capital Halifax
A província de Nova Scotia está em vermelho, no canto inferior direito

Localização da Cidade de Halifax no Mapa de Nova Scotia:

Província de Nova Scotia. Uma província do Canadá no oceano atlântico
Cidade de Halifax banhada pelo Oceano Atlântico. (Mapa da província de Nova Scotia)

Cidade de Halifax – Informações Gerais

Bem, conforme já dito, Halifax é a capital do estado de Nova Scotia ou Nouvelle-Écosse (uma das províncias do Canadá). Em português poderíamos traduzir como Nova Escócia.

A foto que começa este artigo é uma foto área de uma parte do município regional de Halifax. E foi esta foto que me fez se apaixonar pela cidade.

A área metropolitana, segundo o último senso disponível (dados do Statistics Canada) tem uma população de 403.131 pessoas (quando escrevi em 2013 a população era de cerca de 390.000 pessoas, ou seja, está crescendo).

Isso, a torna uma cidade muito boa de se morar pois não é nem grande e nem pequena. Assim você consegue achar tudo de necessário e ainda conta com uma qualidade de vida muito boa.

A economia da cidade é bem diversificada e é a mais forte das províncias marítimas que são Newfoundland and Labrador, Prince Edward Island, New Brunswick e claro Nova Scotia.

Inclusive com a popularidade do programa piloto Atlantic Immigration (AIPP) entre os brasileiros, vem crescendo o interesse nesta região e a cidade de Halifax por ser a maior e mais economicamente ativa da região, é a que mais chama atenção.

Ela conta com bancos, o próprio governo contrata bastante (principalmente por ser a capital da província). A parte de serviços também é muito forte.

O porto de Halifax, que funciona como um gigantesco hub, também gera muitos empregos e renda para a cidade. Não só isso, lá se encontram algumas das maiores companhias de construção e reparação do Canadá.

Porto de Halifax: empresa de construir navio na província de Nova Scotia uma das províncias do Canadá
Porto de Halifax: construção de navios é um dos motores da província de Nova Scotia

Agricultura, pesca, mineração, extração de madeira e extração de gás natural são áreas também exploradas e desenvolvidas.

Boa notícia para quem visa morar no Canadá na província de Nova Scotia: a economia vem crescendo a cada ano! Bom para a geração de empregos de um modo geral e para a circulação de dinheiro. Assim o custo de vida diminui.

Halifax tem uma tradição em cultura e estudo muito forte que é também influenciado pelo grande número de estudantes com que a cidade conta.

E não é para menos: esta cidade, que convenhamos, não é das maiores do Canadá conta com nada menos do que 7 universidades!

Eu que morei em uma cidade universitária nos Estados Unidos posso dizer que é bem divertido e alegre ter uma cidade cheia de estudantes. A cidade tem 53 parques! O que contribui e muito para a qualidade de vida dos seus residentes.

Demografia & Clima da Cidade de Halifax – Nova Scotia

Demografia

A maioria da população (85%) é de etnia branca (europeia/canadense) e cerca de 90% da população fala inglês. 1.210 pessoas se identificaram como latinos americanos. Será que tem muitos brasileiros em Halifax? Que tal você ser um deles?

Porém, agora em 2020 aposto que o numero é maior. O último censo da Statistics Canada (tipo o IBGE do Governo do Canadá) foi em 2016. Isso antes do boom do processo de imigração Atlantic Immigration Pilot Program (Programa Piloto Imigração para o Atlântico).

Para quem é religioso, 72% da população é cristã. A segunda maior cifra (quase 25%) pertence às pessoas que declaram não ter religião alguma.

Apesar da imigração provincial de Nova Scotia aceitar tanto inglês ou francês. Quase 90% da população tem a língua inglesa como a principal. E somente 2,6% das pessoas tem a língua francesa como primeiro idioma.

(Para mais informação sobre todas as formas de se Imigrar para Nova Scotia acesse esse artigo: Como Imigrar para Halifax Nova Escócia em 2020) Ou continue a leitura, esse link estará no final!

A temperatura de lá não é segredo: no inverno faz-se frio e no verão calor. Simples, não é? Por Halifax ser na porta do oceano atlântico ela está mais sujeita aos humores deste. Então o clima não é tão previsível assim. Porém é menos frio do que Montreal e Toronto, por exemplo.

A média gira em torno de -8 à 24 graus Celsius. Aqui uma imagem do clima lá em Halifax no momento que atualizei o artigo no ano passado (29 Janeiro de 2019):

Clima em Halifax, Nova Scotia, Canadá.
-4 graus Celsius. Quem disse que a vida no Canadá não tem seus obstáculos?

Para efeitos de comparação, neste mesmo dia em Montreal estava fazendo -11 graus e Toronto -5.

Porém no dia seguinte a máxima em Toronto foi de -16! E em Montreal -9, e na imagem você pode ver que a máxima de Halifax foi de “agradáveis” 4 graus positivos!

Para te dar uma ótima ideia do clima em Halifax, Nova Scotia. Vou comparar sua temperatura com de outras províncias do Canadá.

Vou usar dados de agora, ao atualizar o artigo: dia 27 de fevereiro de 2020.

A situação climática nas principais cidades e províncias canadenses é a seguinte:

  • Halifax (Nova Scotia): 3 graus positivos;
  • Montreal (Quebec): 0 grau;
  • Toronto (Ontario): – 3 graus;
  • Vancouver (British Columbia): 7 graus;
  • Calgary (Alberta): 2 positivos;
  • Winnipeg (Manitoba): – 15!
  • Saskatoon (Saskatchewan): – 7;

Nas províncias marítimas a situação é a seguinte:

  • St. John’s (Newfoundland and Labrador): – 3 negativos;
  • Charlottetown (Prince Edward Island): – 3;
  • Fredericton (New Brunswick): 0.

A Cidade de Halifax, pelo menos nesse momento, é a província menos fria da costa atlântica do Canadá.

Custo de Vida em Halifax – Nova Escócia

Para quem está pensando em imigração, custo de vida com certeza tem um peso muito grande na decisão. A qualidade de vida em Halifax vai ser muito boa, isso todos nós podemos inferir ao ler o artigo até aqui.

Mas e o custo de vida para quem mora em Halifax? Será que é alto ou baixo se compararmos com o resto do Canadá? E é isso que vamos descobrir agora.

Quanto se paga em Halifax

Vamos usar as métricas do Numbeo e alguns dados do Statics Canada (o IBGE Canadense). Vou deixar um link lá embaixo sobre o dois para quem tiver curiosidade de saber mais.

Segundo estimativas das próprias pessoas que moram em Halifax, estes são os custos de vida:

  • Uma pessoa solteira em Halifax gasta: por volta de $1.185,44 CAD sem contar o aluguel.
  • Família de 4 pessoas: gasta por volta de $4.253,94 dólares canadenses sem contar o aluguel.

Não contamos o aluguel acima pois esse depende de alguns fatores, como tamanho, número de quartos e claro localização. Mas aqui vai a média dos preços para se alugar um imóvel (apartamento) em Halifax:

Tamanho do ImóvelPreço (CAD) Variação (em CAD)
1 quarto no Centro1.361,00 1,000.00 – 1,600.00
1 quarto fora do Centro986,73 825.00 – 1.200,00
3 quartos no Centro2.221,15 1,600.00 – 2,800.00
3 quartos fora do Centro1.584,00 1,300.00 – 2,000.00

O salário médio em Halifax, Nova Escócia, depois das taxas, fica em torno de 2.961,41 CAD. Já no resto do Canadá o salário médio é de 3.434,24 (depois das taxas).

Abaixo a média salarial de cada província canadense (após taxas) em um bonito infográfico usando os dados do Statistics Canada. Estamos em 2020, mas infelizmente o último dado que temos disponível é o de 2017:

Média do salário em cada província do Canadá
Média salarial nas províncias canadenses

Podemos ver que em Nova Scotia a média ficou em $50.200 dólares canadenses. Abaixo de todas as outras províncias do Atlântico: New Brunswick, Prince Edward Island e Newfound Land e Labrador.

Mesmo assim se eu fosse imigrar para alguma das províncias banhadas pelo oceano atlântico, Halifax seria minha escolha. Por ser maior, mais oportunidades, etc. Mas isso é bem pessoal.

É verdade que se ganha menos em Halifax em comparação com algumas cidades. Mas em contrapartida em vários setores se paga menos.

Uma pessoa em Toronto (geralmente) vai ter um salário maior para um mesmo cargo do que uma pessoa em Halifax. Porém o aluguel em Toronto é bem maior.

Agora vamos comparar Halifax com outras famosas cidades no Canadá:

Custo de Vida em Halifax x Outras Cidades Canadenses

O Numbeo tem uma ferramenta bem interessante que mede o custo de vida usando uma fórmula. Claro que não devemos confiar cegamente em tudo. Porém, o lado positivo é que todos os dados são alimentados por pessoas que vivem nas cidades.

Confira a imagem a seguir com a lista em ordem das cidades canadenses. No topo as cidades com maior custo de vida. Ou seja, começa da mais cara e vai descendo para as menos caras.

Podemos ver que Halifax não é tão barata como outras:

Custo de Vida em Halifax, Nova Escócia em comparação com o Resto do Canadá
Custo de Vida em várias cidades canadenses

Em quarto lugar, não podemos afirmar que é uma pechincha morar na capital de Nova Scotia. Montreal, por exemplo, é mais barata que Halifax.

Mas creio que apesar do custo de vida ter sim um papel importante na pesquisa do Plano Canadá, não é tão decisivo como por exemplo se identificar com a província, a comunidade e até mesmo com os encantos.

Conclusão

Imigrar para Halifax - Nova Scotia - Canada

Nunca tinha pensando em morar, estudar, trabalhar ou mesmo imigrar para a gloriosa Halifax em Nova Scotia?

Conforme afirmei no começo, a qualidade de vida dessa simpática cidade canadense é provavelmente maior do que 90% das cidades brasileiras… Caso não for 99%!

Se você chegar a imigrar, claro que você não precisará morar obrigatoriamente lá pelo resto da vida. Se não gostar, se não se adaptar, poderá se mudar para outra cidade de Nova Scotia ou morar em qualquer lugar do Canadá.

Mas atenção, só os residentes permanentes e quem já tem a cidadania canadense podem se mudar para qualquer província do Canadá.

Se você ainda estiver no meio do seu processo de imigração, e ele for parte de um programa de imigração provincial, você tem de morar na província que vai te nomear. Caso se mude, pode ter o processo cancelado.

Na província de Nova Scotia minha segunda opção seria Sydney que fica na ilha de Cape Breton. Cidade essa que por acaso todos devemos mandar o processo para a etapa federal.

Justamente a parte em que nos tornamos residentes permanentes! É lá que fica um dos centros de processamento do Governo do Canadá.

Vista aérea da Cidade de Sydney localizada na Ilha de Cape Breton, Nova Scotia, Canadá
Vista aérea da Cidade de Sydney localizada na Ilha de Cape Breton, Nova Scotia, Canadá

Impressões de um leitor que morou em Halifax

O leitor Sérgio postou um comentário e achei bom colocar no corpo do artigo por se tratar da experiência dele na cidade de Halifax. Ressalto que esta é a visão DELE de Halifax. Claro que fico mais do que agradecido com a participação. Fiz algumas adaptações no texto.

Sérgio: “Desculpe a intromissão, mas vou passar minhas impressões sobre Halifax (morei lá por quatro meses).”

Vantagens

– O pessoal é muito mais simpático do que em Toronto por exemplo (põe muito mais nisso!);
– “Me mande um email que eu vou te ajudar”, significa que se você mandar o email você vai ser ajudado;
– Você estará imigrando para o Canadá realmente. A média de anos das famílias no Canadá são de uns 200 anos, rs. A minha rua em Toronto deve ser 20, e alguns lugares em Mississauga não deve passar de 2;
– Se você for para Halifax para estudar ou intercâmbio, é o lugar certo! Acho que é uma das maiores concentrações de número de estudantes por população do Canadá inteiro;
– Não é tão frio assim. As temperaturas são da mesma ordem de grandeza de Toronto (pelo menos o inverno que passei lá foi igual ao de Toronto)
– Tem praia de verdade (e não praia de rio);
Custo de vida: preço da casa, se vender a minha de Toronto compro duas iguais em Halifax, e ainda pode ser que sobre dinheiro.
– Menos preconceito racial do que Toronto;

Desvantagens

– Eles pedem francês, mas para morar lá tem que ter um inglês bom. Em quatro meses nunca vi ninguém falando francês na rua. Decididamente é uma província predominantemente inglesa (pelo menos na região de Halifax, no interior pode ser diferente);
– Se você for médico, dentista, farmacêutico tem bastante opção para fazer dinheiro. Mas se você depender de mais tecnologia como engenharia, IT aí fica mais difícil.

A exceção é a indústria naval (Porto de Halifax). Acho que pesquisa é forte lá também por causa da Universidade Dal.

(Halifax é uma cidade pequena, mas tem sua universidade principal faz parte da U15. Que é a lista das melhores universidades do Canadá);
– A província não é rica, infelizmente. Tem muitos parques mas eles não se comparam com os de Toronto. São bons lugares para caminhar, e só;
– Existem bairros de casas simples por lá e a criminalidade é relativamente maior do que em Toronto. Mas para os padrões brasileiros é imperceptível.
– Se você acha Halifax um nome estranho, se acostume com Haligonian, porque você pode se tornar um (risos)!

No geral é um lugar que eu recomendo!

Links Úteis

Sobre o processo de imigração para Nova Scotia: veja o artigo: Imigrar para o Canadá através da imigração provincial de Nova Escócia (Halifax) postado em 2020.

Sobre o programa piloto Atlantic Immigration (AIPP) que possibilita imigração para qualquer uma das províncias marítimas você encontra o artigo aqui: Atlantic Immigration Pilot Program

Não deixe de ler essa entrevista com um brasileiro que veio morar no Canadá há 12 anos atrás e escolheu a cidade de Halifax como sua casa: Entrevista com brasileiro que mora em Halifax

Fontes: Wikipedia, Site do Governo de Nova Scotia, Site oficial da Cidade de Halifax, Statistics Canada, Escritório de Imigração de Nova Scotia, Numbeo.

Não perca!

Se você quiser contar com meus serviços de consultor, é só mandar um e-mail para [email protected]Sou credenciado ao órgão regulamentador aqui no Canadá (ICCRC). Meu número de licença é: R705937

Inscreva-se no Site Imigrar Canadá e Quebec e seja notificado por e-mail sempre que um novo artigo ou post for publicado. É só colocar o endereço do seu e-mail abaixo:

Siga nosso Facebook e Instagram para ficar ligado em notícias como essas e muito mais. No Face e Insta tem conteúdo extra que não é publicado aqui.

Imigração Canadá? É aqui! Desde 2012 ajudando você a vir morar no Canadá. Sua fonte número 1 de informação sobre imigração para o Canadá!

Agora que você terminou de ler esse artigo, veja outros artigos: Clique Aqui!

Não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais usando os ícones abaixo!

46 thoughts on “Imigração para Nova Scotia (Canadá) – Conheça Halifax, a capital dessa agradável província

  1. Olá, Daniela.
    Já respondi sua pergunta no outro comentário.

    Att,
    Rafael

  2. Bom dia. Seu site é bem interessante. Muito bom. Eu vi em um vídeo que em Prince Edward Island, após o college, só precisava de 6 meses de trabalho para conseguir o PR. É verdade?

  3. Olá, Domingos.
    Tudo bom? Espero que sim. Infelizmente não posso analisar perfil e dizer quais categorias se encaixam em cada pessoa pois não sou Consultor de Imigração.
    Para dar esse tipo de orientação, somente um Consultor regulamentado pela ordem tem a autorização do governo canadense.
    Dito isto, procure alguma empresa aí em Maputo que trabalhe com imigração para o Canadá, talvez eles possam te ajudar a achar alguma categoria que você se encaixe. A realidade brasileira é diferente da realidade de Moçambique. No mais te desejo sorte!
    Atenciosamente,
    Rafael

  4. Oi Rafael Alencar, gratos pelas informações que nos facultaste através desta página, eu sou Moçambicano residente na capital Maputo, vizinha da África do Sul, sonho tanto em sair do meu país ir emigrar no Canadá, por duas razões, 1 por ser algo que sempre sonhei, 2 porque a situação aqui no meu país está caótica a coisa está mais do que difícil, eu só tenho nível médio não totalmente acabado, tenho um ano e picos do Instituto Médio Profissional, na área de comunicação, mas eu estou disponível para fazer qualquer tipo de trabalho, já trabalhei em duas empresa cá no país, já fiz tanta coisa por cá, será que mediante a isso eu não conseguiria ter visto de trabalho ou sei lá para entrar e trabalhar no Canadá, seja na construção, agricultura como quem arranca frutas empacota etc.. ou mesmo na área de limpezas entre outros, aí em Halifax.
    obrigado pela atenção

  5. Parabéns Rafael pelas preciosas dicas.
    Já morei por 12 anos nos EUA e tenho filha americana fazendo o High School na New England, estado de Massachusetts aí próximo a Maine e a você
    Tenho profissão de eng. civil no Brasil com duas especializações em Meio ambiente (environement) e com 3 anos de experiência na área nos últimos 5 anos. Meu inglês ainda é intermediário e o francês básico. Trabalhei como truck driver e tenho 8 anos de experiência nos EUA 48 states, coast to coast, on the road, CDL A que aí no Canadá é correspondente a classe 1 para transportar Big truck (equipment truck-trailer). Tenho 58 anos mas disposição, experiência e vivência de recomeçar minha vida novamente no Canadá mas dentro do Processo Federal (skilled work) pelo estudo feito ultrapasso os 55 anos mínimos para aplicar.
    O que devo fazer para dar continuidade aí no Canadá na minha profissão como truck-driver em Manitoba (MB) ou outra província de forma legal pra operar.Basta sponser em logístic aplicar para mim junto ao governo. Quais os passos?. Desejando vc tem aí o meu e=mail e poderemos futuramente ir se falando via zap reforçando essa posição minha de retorno. Grato.

  6. Olá Rafael, adorei seu artigo!!
    Tenho 28 anos, sou graduada em enfermagem e pós graduada em UTI e Obstetrícia.
    Meu marido é policial militar e tenho um filho de 6 anos e uma filha pra completar 4 anos.
    Tenho interesse em imigrar com minha família para o Canadá. Estamos contratando professor particular de inglês para podermos ir.
    Gostaria de saber suas dicas para nós… Pois sobre tudo que tenho lido não é tão fácil imigrar.
    Grata,
    Milena

  7. Paula: Realmente foi triste a sua situação. Infelizmente essas coisas acontecem e apesar de confiar inteiramente no seu relato creio que cada pessoa tem uma experiência diferente. Não sei a situação de Halifax mas conheço dois brasileiros que moram aí e adoram e acham as pessoas receptivas. Tiro pelo meu exemplo: me sinto bem acolhido em Montréal já outras pessoas acham que os Montrealenses não são receptivos.
    Mas de qualquer forma fazer amizade com os canadenses é difícil mas uma vez que você faça essa amizade, ela será pelo resto da vida.
    Att,
    Rafael

  8. Rafael, conheço muito bem Halifax. Meu namorado mora lá e, entre as várias vezes em que lá estive nos últimos 2 anos e meio, passei pelo menos seis meses nessa cidade. O lugar é lindíssimo, fato, mas as pessoas não são nada amigáveis. Pelo contrário, detestam estrangeiros. Não existe a menor possibilidade de fazer amizades com os canadenses, somente com outros estrangeiros. Acredite, eu tentei. Minha única forma de conseguir interagir com alguém de lá foi pagando aulas de conversação, sem nem sequer precisar delas, pois sou tradutora. Penso em me mudar para lá, mas o meu maior medo são as pessoas. Me sinto realmente um peixe fora d’água nessa cidade. Essa história de que os canadenses recebem bem estrangeiros não é verdade. Longe disso. Eles nos querem bem longe de lá.

  9. Emanuel: olha… não é que não existe receptividade para médicos e sim pelo fato de que revalidar o diploma de médico aqui é muito difícil. É caro, demorado, complicado, etc. Fisioterapia nem tanto. Mas medicina sim. Emprego existe porém a questão é que você não poderá trabalhar como médico tão cedo. Talvez leve 2 anos ou mais para finalmente poder atuar como médico.
    Não é questão de receptividade sim de realidade. Mas não é impossível. Porém bem complicado.
    Fisioterapia está na lista do processo federal (Skilled Worker). É possível também tentar para Manitoba.
    Att,
    Rafael

  10. Olá Rafael, estou pensando seriamente em imigrar pro Canadá, em outros sites fiquei um pouco desapontado, pois não há muita receptividade para médicos, por isso seu post chamou mais minha tenção. Vc tb falou de outros profiisionais de saúde (minha esposa é fisioterapeuta). Por onde vc me sugeriria começar todo o processo? Vc acha q temos chance de conseguirmos emprego nas nossa profissões? Se tiver alguma sugestão de locais/provincias receptivas à profissionais de saúde, seria muito bem-vindo.

    Obrigado e parabéns pelo site.

  11. Gabriela: Depois de todo o processo sim você teria o visto de residência permanente (pelo resto da sua vida). A cidadania você pode aplicar morar 3 anos no Canadá.
    Att,
    Rafael

  12. Olá Rafael,
    achei muito interessante sua pesquisa sobre Halifax, me ajudou muito. E estou pensando seriamente em imigrar para lá. A cidade parece ser incrível e o processo é bem mais simples do que das outras províncias, além de ser mais econômico.
    Minha dúvida é: depois de ser aprovada, eu teria um visto de permanência? E em quanto tempo eu consigo a cidadania canadense?
    Att,
    Gabriela.

  13. Ola Rafael, parabéns pelo post. Amei.
    Gostei muito desta possibilidade, vc tem o end. eletrôonico que devo enviar . manterei vc informado, me deseje BOA SORTE !

    Rita Neme.

  14. Leandro: Ela tem alguma formação? Senão ela tem que ter a formação mesmo. Como ela é nativa ganhará muitos pontos no quesito língua. Creio que o diploma dela continuará sendo aceito até o final do ano sem problemas.
    Por ela ser francesa provavelmente vocês não terão muitos problemas…
    Att,
    Rafael

  15. A principio, estamos pensando em Montreal, mas para isso acreditamos q primeiro ela tera que terminar o curso dela aqui (diploma em business), pois assim teremos mais pontos. Ja que pra mim, sera mais facil pois meu frances e muito basico pensando no tema trabalho!! O que vc acha? Obrigado pela atencao

  16. Leandro: A imigração por Nova Scotia deu uma pausa. Por qual motivo não aplicam para imigração no Québec? Por sua esposa ser francesa isso facilitaria bastante.
    Att,
    Rafael

  17. Oi Rafael, primeiro gostaria de parabenizar pela iniciativa de ajudar pessoas nesse tema tao complicado chamado imigracao rs. Bom, me chamo Leandro, casado, 34 anos, moramos em Sydney Australia ha quase 7 anos com visto de estudante. Sou formado em ADM, trabAlhei como project manager por 6anos e meio e hj em dia ja nao trabalho na minha area. Minha esposa e francesa , tem 26 anos e esta por terminar um curso que lhe dara diploma em business administration aqui na Australia. No meu caso tenho frances basico e ingles fluente e ela ingles fluente e frances nativo. Agora vem a pergunta, sera que temos alguma chance de imigracao na Nova Scotia? Desde ja agradecemos sua atencao.

  18. Ah, esqueci de mencionar. Tenho experiencia profissional sim como aux. de farmacia.
    De qualquer forma, obrigado por responder.

  19. Bruno: Olá. Obrigado pelos elogios ao site. Em relação ao seu plano de imigrar espero que dê tudo certo. É difícil falar do seu caso… Creio que Nova Scotia e Manitoba para você é mais complicado por não ter experiência profissional… Acho que no seu caso melhor seria apostar no do Québec pois neste dá para compensar um quesito melhorando em outro (como melhorando o francês por exemplo)… Não sei muito sobre a área de saúde em Nova Scotia mas no Canadá em geral a área de saúde é muito boa…
    Att,
    Rafael

  20. Olà Rafael.
    Primeiramente gostaria de dar os parabéns pelo Excelente trabalho aqui no site.
    Bom, eu recentemente descobri essas oportunidades para imigrar para o Canadá. Primeiramente descobri o Processo do Quebec, Federal e agora o de Manitoba e o processo de Nova Scotia.
    Pois bem, agora tenho 22 anos, meu ingles é de nivel intermediario, segundo os testes feitos e neste final de semana estarei iniciando as aulas de fracês.
    Curso Farmácia-Bioquimia e estou no 3º ano. Quando terminar a faculdade estarei com 24 anos e então começarei ai mover os pausinhos para o(os) processo(os) de imigração..
    A minha duvida e receio em relação aos processos, principalmente esse de Nova Scotia é:

    Terei eu algum problema por ser recém formado, não tendo nenhuma experiencia como farmacêutico ?
    Sei que terei que revalidar meu diploma, mas o maior problema meu sera arrumar um emprego na area durante esse periodo de revalidação.

    Outra questão é, você tem alguma ideia sobre o campo da area da saude, especificamente a area da farmacia ?

    é que não temos muita informação sobre empregos em Nova Scotia.

    Desculpe pelas perguntas feitas, sei que são chatas.

  21. Verinha: ótima ajuda. Fica aí a dica. Existem várias maneiras de se aprender inglês ou francês sem precisar pagar. Lembro do gari que aprendeu inglês com livros de inglês que ele achava no lixo e sabia falar muito bem.
    Att,
    Rafael

  22. Oi Rafael, sobre o nível de frances, gostaria de dar um exemplo, trabalhei anos em uma organização federal e quando era necessário fazer uma viagem internacional, todos eram encaminhados há um curso intensivo de linguas e o método utilizado “idiomas Globo”, aqueles fascículos antigos, sabe? ao todo 8 horas diárias, com intervalo para o almoço somente, durante 40 dias e dava um up muito interessante. Hj já existem download com os fascículos digitalizados e os audios em mp3 e minha professora de frances, uma nativa, é totalmente a favor do Reflets, a novela com 24 fascículos, inclusive usa como um dos métodos. Não sei se ajuda a informação, mas achei pertinente, por não haver custos na aprendizagem.
    Verinha

  23. Irrael: Onde você se enrolou? Assistiu ao vídeo direitinho? Bem de qualquer forma para conseguir 2 pontos ela só precisaria tirar o nível mais fraco de francês A1. Só aí são 2 pontos. Se ela tirar a menor nota no inglês: 1.0 ela também ganha 1 ponto, aí ja dá 3 pontos. Sem tirar que você como acompanhante também ganha pontos no quesito francês. Creio que uns 3 meses de aula particular para sua esposa no modo intensivo (tipo 3x por semana) focado no exame em si já daria condições de vocês aplicarem para o processo do Québec ainda esse ano. Claro que isso é para aplicar para o processo mas aconselho depois a continuarem estudando o francês pois quanto melhor falar melhor a adaptação será no Québec.
    Vejo o Processo de Nova Scotia mais distante de vocês pois para ele é preciso já se falar francês. Já no do Québec dá para estudar para o teste, aplicar, e depois correr atrás do francês, rs.
    Att,
    Rafael

  24. Rafael, mais uma vez obrigado! Então, fiz a contagem de pontos com ela sendo aplicante principal. Sem considerar as línguas, atingimos 55 pontos (acho que nada mal, dá pra sonhar, já que só faltam 2 pontos para o mínimo de 57). Só fiquei na dúvida nas tabelas dos testes linguísticos, me confundi um pouco… Não consegui calcular o nível de francês ou inglês (e seu equivalente em pontos) para fazer 2 ou mais pontos (você pode me ajudar?).
    De qualquer forma, me interessei muito pelo processo de Nova Scotia. Em breve vou mandar um e-mail para eles para ver no que dá (já que esse não custa nada, penso que vale a pena tentar os dois processos). Valeu por tudo! Abraço!

  25. Irrael: Complicado… Não dar para juntar vocês dois em uma só pessoa não? rs… De qualquer forma eu creio que com um professor de francês particular no modo intensivo-vai-com-tudo vocês conseguem aplicar para o Processo do Québec. Conte os pontos (veja na seção de vídeo-tutorial do Site). Com básico eu acho que passam ainda mais com filho pequeno que também conta pontos. Veja lá e me diga.
    Att,
    Rafael

  26. É aí que está o problema Rafael: ela não possui nenhum skill das duas línguas (inglês ou francês), o que pode demandar alguns anos para adquirir. Eu já tenho um inglês intermediário e estou estudando francês. Minha situação realmente é complicada…

  27. Irrael: então sua esposa como aplicante principal dá chances a vocês na maioria dos processos: Québec, Nova Scotia, Manitoba e talvez até no Federal (que ainda vai abrir em maio) pois Recursos Humanos é uma profissão em demanda hoje no Canadá. Dessa forma você não precisaria “convencer” o governo. Você como aplicante principal infelizmente é complicado por ser uma profissão regulamentada. Agora a sua esposa seria bem menos difícil.
    Att,
    Rafael

  28. Sim, Rafael, sou casado. Minha esposa é formada em Administração e atua na área de Treinamento e Recursos Humanos e tem 30 anos. Tenho dois filhos (um recém nascido e um de dois anos). Agradeço novamente sua atenção!

  29. Mais uma vez obrigado, Rafael. Penso que para mim não seria um problema mudar de profissão. Já trabalhei de outras coisas na vida e estaria muito disposto a começar do zero e até mesmo estudar por lá. O problema é convencer os sistemas de imigração do Canadá disso. Você tem alguma dica sobre a possibilidade de um processo de imigração ser aceito nessas condições? Digo isso porque se eu começar uma nova graduação e carreira no Brasil levaria no mínimo 4-5 anos, o que para mim é um tempo precioso (já tenho 31 anos) que poderia ser gasto por lá, até porque tenho filhos pequenos e penso principalmente neles e nas oportunidades que eles terão no Canadá. Quanto ao fórum que vc me indicou, acho que estão com problema porque há dois dias tento acessar e a página sai fora do ar. De qualquer forma obrigado. Vou continuar tentando.

  30. Irrael: Obrigado pelos elogios. Fico feliz que tenha gostado do site e ele tem te ajudado.
    Realmente antes era mais fácil e o principal: mais rápido imigrar para o Canadá.
    Seu perfil é bom mas o problema é justamente o que você já disse: sua profissão é regulamentada. O segredo você já descobriu: entrar em contato com as ordens profissionais e ver o que é preciso fazer para revalidar a formação. Em muitos casos já dá para adiantar muita coisa aqui no Brasil ainda.
    Eu lembro de ter visto caso de professores que imigraram mas alguns mudaram de profissão. Mas eu lembro de uma professora de ensino médio que conseguiu dar aula no Canadá. Eu lembro de ter visto isto na Comunidade Brasil Québec. Dá uma procurada lá.
    Você já fechou escola em Montréal? Pois também estarei estudando em julho em Montréal, rs.
    Se você conseguir esse estágio será ótimo para a própria visita exploratória, iria contar MUITOS pontos, com certeza.
    Att,
    Rafael

  31. Rafael, primeiramente obrigado pelas informações valiosíssimas. Seu site é espetacular. Consegui muitas informações (inclusive coisas que nenhum site possui).

    Há algum tempo tenho interesse em imigrar para o Canada (especificamente Quebéc) e vejo que minhas chances diminuem a cada ano, pois além do fator idade, existe uma clara preferência da província por determinados profissionais, fora o fato do processo ficar mais difícil a cada ano (vejo que há uns 10 anos atrás tudo era mais fácil, mas eu não era formado e não tinha como custear o processo de imigração).

    Esses posts sobre Nova Scotia me deram uma nova perspectiva de imigrar. Tenho uma formação razoável (possuo bacharelado, licenciatura e mestrado pela Universidade de São Paulo) e estou buscando informações com os órgãos educacionais de Nova Scotia sobre como teria que proceder pois sei que a área da Educação está na lista das profissões regulamentadas (ainda não me responderam).

    Como sou professor de Ensino Fundamental e Médio (especificamente História), gostaria de saber se você conhece casos de professores (exceto tradutores) que imigraram (seja em qualquer província) e conseguiram se colocar no mercado.

    Para finalizar, estou de viagem marcada para Montréal em julho para um curso de Francês e estou também negociando em ir para um estágio de professores em janeiro de 2014 em Nova Scotia (de repente poderia conciliar com uma visita exploratória).

    Peço desculpas pelo longo comentário, mas qualquer informação ou dicas que você puder me fornecer será de grande valia. Muito obrigado!

  32. Não deixe o inglês de lado pois provavelmente é a língua que você mais falará em Nova Scotia.
    Att,
    Rafael

  33. Olá Rafael, muito obrigada pelos esclarecimentos. Nem sabia do visto online, pelo jeito não sei muita coisa, rs. Mas vou intensificar o francês, sem deixar de lado o inglês mais uma vez agradeço. Verinha

  34. Você pode coletar as propostas em inglês mesmo não tem problema. O importante é demonstrar que você irá se inserir na comunidade francófona de Halifax, participar, ajudar, etc. E lhe respondendo: sim, o centro vai lhe ajudar de várias maneiras inclusive eles procuram até uma hospedagem com preços razoáveis para você se hospedar por lá. Lhe darão conselhos de onde procurar emprego e tudo mais.
    Att,
    Rafael

  35. Ola, estou me preparando para imigrar para o Canada, e encontrei seus artigos que nos mostram algumas opções… desejo te parabenizar por isso… mas
    Fiz uma pequena busca por ofertas de trabalho na área da saúde, já que sou técnico em enfermagem e todas as ofertas de trabalho que encontrei nos anúncios tem como exigência o inglês. Você conhece algum site que direcione para as ofertas em Francês? Pelo contato que vc fez é possível que o centro comunitário ajude nesta questão?
    Att,

  36. Olá Verinha, tudo bem? Espero que sim. Realmente é um processo menos difícil porém não quer dizer que todos que entrarem em contato com eles serão aceitos não é verdade? Isso só depende deles, infelizmente… Mas só se sabe tentando e como não se paga nada por isso então vale à pena tentar. Em relação ao visto pode ser um visto de turista comum ou você pode declarar que está indo fazer uma visita exploratória. Tem até uma categoria dessas dentro do visto de turista para quem tira o visto online.
    Att,
    Rafael

  37. Oi Rafal, desde que li sobre esse processo mais facilitado, fico pensando e sonhand sem parar, até mesmo porque em relação a idade, já é um oncentivo e tanto. Como funciona em relação ao visto pra entrar no país, após a aceitação da visita exploratória, vc sabe?
    Parabéns por trazer informações tão importantes, alias primordiais, pra quem sonha em imigrar. Abs. Verinha

  38. Olá Guilherme. Fico feliz que tenha gostado. Realmente as pessoas acabam esquecendo das várias opções que existem no Canadá. Em breve irei fazer um artigo sobre Manitoba, principalmente Winnipeg. Fique ligado, rs.
    Att,
    Rafael Alencar

  39. Olá Adriano. Obrigado pelo elogio. Quanto ao seu francês eu não sei dizer pois não o conheço, rs. Só quem sabe é você se está em um nível bom ou não. Porém digo o seguinte: você tenta aplicar por email (já que não paga nada) e se for aprovado para uma visita exploratória então você começa a estudar feito um louco principalmente com professor particular, rs.
    Att,
    Rafael

  40. Otima ideia Rafael, talvez essa pequena apresentação faça com que as pessoas olhem as outras belas cidades que existem no Canadá e cogitem a chance de continuar morando depois do processo de imigração, depois se tiver um tempinho fale um pouco de Manitoba tambem, pesquisei algumas coisas e fiquei admirado por Winnipeg, fico no Google Earth viajando pelo Canadá kkkkkk

  41. Olá Rafael, muito boa essa sua descoberta! Acho que vou me preparar para aplicar para os 2! Fiz um ano de francês, será que fazendo mais 6 meses antes da visita da para tentar? Faço Gastronomia e vou muito pela linha da Gastronomia Francesa, acho que isso da para ajudar um pouco no centro né? rs Obrigado pelas informações.

  42. Verdade, rs. Pois nem todo mundo já ouviu falar de Halifax, não é verdade? Até o nome é estranho, rs…
    Att,
    Rafael

Deixe o seu comentário

Posts Recentes

Site Imigrar (Esta janela vai fechar em 10 segundos)

Inscreva-se no Site Imigrar para receber as últimas atualizações por e-mail.